Dicas básicas: O arroz com feijão do E-commerce

19 de julho de 2019

0
E-commerce

Essas são alguns pontos importantes para qualquer e-commerce.
Chamamos de arroz e feijão, pois são coisas que não podem faltar e com elas, não tem erro!
Dicas básicas que você garantir o sucesso de seu negócio.

Layout com boa navegação

A premissa do e-commerce é ter um layout com boa navegação.
De nada vai adiantar você ter os melhores produtos, melhores preços, condições de pagamento e ter um bom investimento, se no final das contas o cliente não consegue comprar em sua loja.
Existe interesse na compra, mas o cliente não consegue encontrar o produto através dos filtros, não encontra variações de cores ou não consegue calcular o frete. É literalmente como nadar, nadar e morrer na praia.
Um layout personalizado e desenvolvido exclusivamente para seu negócio, garante boa experiência de compra e conversão.
Pense também no mobile. Muitas lojas não possuem versão exclusiva para mobile e isso é um erro grave. Atualmente, alguns segmentos já possuem a maior parte de conversão através do tráfego mobile e a tendência é que os números aumentem.

Fotografia de produto

A foto é um dos itens principais para conseguir vender seu produto!
Os consumidores querer ver aquilo que pretendem comprar, com o máximo de detalhes possível, já que ele não pode pegar em mãos para examina-lo.
Fotografe seu produto em todos os ângulos, trabalhe com os detalhes e o coloque em um cenário para o cliente ter noção de tamanho. Dependendo do produto, é possível fazer incríveis fotos externas. Ver o produto em ação é outra chamada para a venda.
Não se prenda a fotos engessadas, ouse e coloque a criatividade em prática.
Além disso, o ideal é procurar um fotografo profissional para tirar as fotos. Apenas tome cuidado com o peso dessas imagens, compacte-as para ficarem leves e não perderem a qualidade.

Vídeos

“Foto engana” é o que os consumidores pensam na maioria das vezes e não deixa de ser verdade. Para que não restem dúvidas sobre a estética e qualidade do produto, você pode fazer alguns vídeos demonstrativos e anexar a página do produto.
E não estamos falando de vídeos profissionais e extremamente caros. Um simples unboxing mostrando alguns detalhes já será um diferencial. Para lojas de roupas, por exemplo, é possível gravar um vídeo na própria sessão de fotos, com o modelo mostrando o produto de todos os ângulos e com closes nos detalhes.
Além de passar credibilidade a loja e ao produto, será muito bom para o ranqueamento da loja. Porém, é importante lembrar de não fazer vídeos longos, pois a página pode ficar pesada e demorar para carregar.

Descrição de produto

Essa é a hora de realizar a venda!
Se o cliente chegou até a descrição do produto, o interesse no produto é grande, então, não perca essa oportunidade.
Invista seu tempo para escrever uma boa descrição, aponte todas as características do produto e especificações técnicas, tudo nos mínimos detalhes. Não se esqueça de usar suas principais palavras-chave, utilizando-as algumas vezes durante o texto, sem exagerar.
Também é importante falar a linguagem de seu público. Se estiver vendendo computadores, não existe problema em desenvolver uma descrição técnica, porém, se estivermos falando de maquiagem, o ideal é investir em descrições informais.
Outro ponto a ressaltar: Jamais copie descrições de seus concorrentes. Para poupar tempo, alguns lojistas começam a copiar descrições quando se trata do mesmo produto. Isso é péssimo para a sua loja, o Google identifica com facilidade conteúdos duplicados e seu site será punido. Dificilmente você receberá tráfego orgânico realizando esse tipo de ação.

Frequência em mídia social

Independentemente de seu segmento, seus clientes estão nas redes sociais.
O Brasil está em segundo lugar no ranking de países que mais usam as redes, com média diária de 3h39min. Em 2018 foram 8 milhões de usuários ativos, número que só tende a crescer.
Por esse motivo, invista nessas mídias. Anúncios, publicações, remarketing, stories e Instagram Shopping, são muitos formatos e opções de investimento para garantir a conversão.
Se seu segmento incluir o público jovem, uma das ferramentas que mais estão em alta, é o story do Instagram. Cada vez mais os usuários do aplicativo estão ignorando o feed e acessando apenas para ver stories. Lembrando que o Instagram alcançou em 2018 1 bilhão de usuários ativos.
Use a redes sociais para ser lembrado frequentemente!

Investimento em Marketing Digital para E-commerce

Separar verba para investimento é essencial.
Ao criar um e-commerce, é importante ter em vista a necessidade de investir para levar acessos até a nova loja, até porque, os clientes e os buscadores ainda não a conhecem.
Inclusive, nos primeiros meses é ideal usar 100% dos lucros de vendas para investir ainda mais.
Existem muitos canais de marketing para investir (linkar com o e-book), os principais e que geram mais oportunidades, são: Google Ads, E-mail Marketing, Mídias Sociais e Blogs.
Além disso, vale a pena considerar os influencers. Perfis com muitos seguidores são ideias para divulgar novas lojas e produtos.

Análise de resultados

Difícil saber se o investimento está dando resultados?
Não deixe de analisar os resultados! A principal ferramenta para essa análise será o Google Analytics, por isso, garanta que todas as configurações sejam realizadas. Além do GA, alguns dados só podem ser captados dentro da plataforma da loja.
Olhar com profissionalismo para esses dados e identificar o que está funcionando e o que não está, é o que irá direcionar suas ações de Marketing Digital e mudanças no site.

Atendimento

Essa é uma das partes mais importantes.
Se engana quem pensa que lojas virtuais não precisam ter um bom atendimento. Embora não exista atendimento presencial, é importante ter alguém responsável por esclarecer todas as dúvidas que possam surgir e resolver eventuais problemas.
Mesmo que você preze pela prevenção dos problemas, eles irão acontecer. O atendimento deve ser aquela pessoa (ou departamento, dependendo do tamanho da loja) que resolva esse problema rapidamente e com efetividade.
O que era um problema do cliente com sua loja, pode se tornar uma excelente oportunidade de conquistar e fidelizar aquele consumidor.
Porém, essa também pode ser a oportunidade de traumatizar o cliente com uma má experiência.
Para isso, invista em um bom treinamento para o atendimento e seja aberto na hora de realizar ações de gerenciamento de crise.

Entrega e Embalagem

A partir do momento que o cliente efetua a compra, ele já está esperando ansiosamente pelo produto.
Então, cuide para que esse seja um momento muito agradável. O ideal é prezar para que a comprar chegue ao consumidor o mais rápido possível e com tudo em ordem. Além de despachar as compras diariamente, garanta que a embalagem esteja perfeita.
É necessário que o produto chegue em perfeitas condições, em uma embalagem segura.
Esse também pode ser o momento de encantar o cliente. Caprichando no envio, enviando um brinde ou cupom de desconto.

Agora você já conhece ações básicas para colocar em prática com sua loja.
Lembre-se de sempre se manter em mudança e se atualizar conforme o mercado. Jamais fique para trás!

Até a próxima!

  • Artigos

Leia Mais

Jéssica Marinho

Escrito por:

Jéssica Marinho

Redatora com ênfase SEO na Agência Admake, responsável pelo desenvolvimento de conteúdo. Publicitária por formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-commerce

Minha loja não vende: O que fazer?

Sua loja não está vendendo e você já não sabe mais o que fazer Mantenha a calma e leia esse artigo na íntegra, com certeza ele irá abrir sua cabeça e apontar... mais

E-commerce

Frete grátis: Como oferecer essa condição sem perder dinheiro

O e-commerce está crescendo a cada dia, devido a facilidade de compra e condições de pagamento acessíveis, os clientes estão virando adeptos dessa "nova" forma... mais