Frete grátis: Como oferecer essa condição sem perder dinheiro

15 de julho de 2019

0
E-commerce

O e-commerce está crescendo a cada dia, devido a facilidade de compra e condições de pagamento acessíveis, os clientes estão virando adeptos dessa “nova” forma de comprar.
Porém, o valor do frete vem dificultando esse ciclo que tinha tudo para ser perfeito.
Em 2018, o Reclame Aqui fez uma pesquisa sobre compras abandonadas no carrinho. Foi constatado que 63,9% dos consumidores desistem da compra ao calcular o frete.

Por que o cliente decide abandonar a compra?

Na visão do cliente, o valor do frete é um dinheiro que ele está gastando à toa, um valor que vai além do produto que ele está adquirindo.
Consequentemente, muitos deles reclamam de frete abusivos, onde o transporte tem quase o valor do produto ou é até mais alto.
Da mesma forma, o valor total da compra não é satisfatório e leva o cliente até uma loja física para conseguir economizar.

6 maneiras de oferecer frete grátis sem perder dinheiro:

Frete Grátis para regiões limitadas:

Já pensou em oferecer frete grátis para regiões próximas ao seu negócio? Pode ser impossível disponibilizar essa condição para o país todo, mas em regiões mais próximas fica bem mais acessível.
Por exemplo: Se você fica localizado na cidade de São Paulo, comece oferecendo Frete Grátis para compras realizadas na mesma cidade. Posteriormente, pode fazer uma ação para o estado inteiro e depois para toda a região sudeste.
Com o aumento significativo de vendas, o valor investido retornará com facilidade e seu cliente sairá extremamente satisfeito.
Comece aos poucos e faça a mensuração de resultado, calculando se a ação é vantajosa para você.

Ticket pré determinado:

Utilizada por Mercado Livre e outras grandes lojas, essa é a ação mais comum para fazer com que o Frete Grátis compense para o lojista.
Funciona de uma forma muito simples, analise e estipule um valor para o cliente gastar e conseguir frete grátis. Compensa para o cliente e para você, já que é uma ótima maneira de estimular as vendas.
O valor estipulado vai depender do ticket médio da loja.
Por exemplo: Se o ticket médio da loja for de R$ 80, você pode oferecer frete grátis para compras acima de R$ 140,00.
É claro que os valores podem variar, vale analisar e mensurar qual a melhor opção para sua loja. Mas vale o bom senso, não compensa ter ticket médio de R$ 80 e oferecer frete grátis para compras acima de R$ 500,00.
Fique de olho na concorrência para não ficar fora do valor de mercado.

Compre junto:

Semelhante à técnica anterior, essa ação oferece frete grátis para uma combinação de produtos pré definida.
Ao invés de definir o valor que o cliente deve gastar para conseguir o frete grátis, você monta um kit com produtos relacionados e oferece a condição para quem realizar essa compra.
Se você vende acessórios, pode montar um kit com pulseiras, colares, brincos que combinem entre si e oferecer o frete grátis.
Mais uma maneira de impulsionar vendas maiores e satisfazer o cliente.

Negocie o frete com transportadoras alternativas:

Quando pensamos em envio de produtos, principalmente, logo pensamos em: Correios.
Porém, essa não é sua única alternativa. Existem muitas outras transportadoras que podem fazer esse frete e que são muito mais simples de negociar.
Infelizmente a maioria delas não conseguem atender o Brasil inteiro, mas são ótimas alternativas para sul, sudeste e centro-oeste.
Algumas empresas que você precisa conhecer: FedEx, Mandaê e Loggi.

Frete fidelidade:

O Mercado Livre é um ótimo exemplo para se inspirar.
Criar um sistema de recompensas para compras frequentes é uma ótima prática. Imagine que o cliente precise comprar um produto que está disponível em sua loja e ele sabe que para essa compra ganhará frete grátis. Qual a probabilidade desse consumidor comprar no concorrente.
São duas opções principais, sua loja pode oferecer frete grátis já na segunda compra ou com um acúmulo de pontos.
Nesse caso, vale a pena se informar se sua plataforma permite essas ações.

Possibilidade de retirar o produto em uma loja física:

Você já pensou em oferecer retirada em uma loja física?
Essa técnica já é muito utilizada por grandes marketplaces e você também pode aplicar em sua loja.
E não, não é necessário ter lojas espalhadas pelo Brasil inteiro.
É possível distribuir seus produtos através de outras lojas no mesmo segmento que o seu, pagamento uma pequena porcentagem. O ideal é começar disponibilizando-os nas capitais e depois em regiões com mais chances de vendas.
Esse é um caso específico, é necessário fechar parcerias confiáveis e ter uma plataforma que suporte essa mecânica.

O que nunca fazer:

Jamais coloque o valor do frete dentro do produto para oferecer frete grátis.
Além de fazer com que seu preço não seja competitivo no mercado, essa prática engana o cliente e isso é péssimo para a sua imagem.
Procure outros caminhos para oferecer essa condição sem tentar maquiar os valores.

Aplique nossas dicas e conquiste o cliente pelo frete.
Até nosso próximo conteúdo!

  • Artigos

Leia Mais

Jéssica Marinho

Escrito por:

Jéssica Marinho

Redatora com ênfase SEO na Agência Admake, responsável pelo desenvolvimento de conteúdo. Publicitária por formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-commerce

Minha loja não vende: O que fazer?

Sua loja não está vendendo e você já não sabe mais o que fazer Mantenha a calma e leia esse artigo na íntegra, com certeza ele irá abrir sua cabeça e apontar... mais

E-commerce

Frete grátis: Como oferecer essa condição sem perder dinheiro

O e-commerce está crescendo a cada dia, devido a facilidade de compra e condições de pagamento acessíveis, os clientes estão virando adeptos dessa "nova" forma... mais