Vender na internet: O que vender ao criar sua loja virtual?

5 de julho de 2019

0
E-commerce

Vai criar uma loja virtual e ainda não sabe o que vender na internet?
Essa é a dúvida de muitas pessoas que desejam empreender e isso pode ser o motivo pelo qual alguns projetos nunca saem do papel.
Porém, o e-commerce é um mercado que tem muito a oferecer, a expectativa de crescimento é de 19% em 2019. O setor poderá alcançar o aumento de 79,9 bilhões nesse ano, segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).
Se você não sabe por onde começar a escolher seu nicho de atuação, estamos aqui para apontar possíveis caminhos a seguir.

O que vender na Internet?

Você já possui uma loja física?

Se você já é um empreendedor, esse é um ótimo começo. Passar para o online o que já se vende offline, é uma excelente maneira de começar um e-commerce. Isso porque você conhece o produto, os consumidores, hábitos de compras e todas as caracterizas ao redor desse serviço.
É claro que você precisará estudar bastante, pois existem variantes quando passamos a vender na internet, o e-commerce é um novo mundo a ser explorado. Porém, você não dará um tiro no escuro, pois já tem uma vasta experiência com seu negócio e com seus consumidores.

Tem alguma ideia de algo exclusivo?

Caso uma loja física não seja o seu caso, ter a ideia de algo exclusivo pode ser um caminho.
Hoje conseguimos encontrar de tudo nas lojas virtuais, principalmente dentro de um marketplace. Então, quanto mais específico e diferenciado for seu nicho, mais chances para você se destacar e conseguir vendas.
Uma maneira de descobrir o que os consumidores estão buscando e não encontram, é aplicar pesquisas. Até mesmo usar o Google Trends para encontrar o que está sendo pesquisado, ou buscadores de palavras-chaves.

Opções que estão em alta

Quer conhecer algumas opções que estão em alta para criar sua loja virtual?
– Alimentos veganos
– Suplementação alimentar e alimentação saudável
– Camisetas e acessórios de séries
– Agência de pacote de viagem
– Acessórios para celulares
– Alimentação, acessórios e brinquedos para pets
– Anéis, correntes, pulseiras e acessórios diversos para homens
– Canecas, copos, camisetas personalizadas
– Cervejas artesanais
– Presentes para namoradas e namorados
– Pijamas, roupões e toalhas com muitas opções de estampas
– Acessórios geek variados
– Decoração e acessórios diferentes para cozinha
– Lembrancinhas, convites e decoração para casamento
– Produtos importados
– Materiais escolares
– Óculos de sol diferenciados e com flexibilidade para devolução
– Bebidas alcoólicas de marca em combos, como vinho, uísque, vodca e etc
– Facas e acessórios para churrasco
– Almofadas de personagens e séries
– Aparelhos de informática especialmente para gamers
– Brinquedos e roupas para crianças
– Clube de assinatura de livros

Que tal realizar uma consultoria e-commerce?

É sempre indicado realizar uma consultoria para garantir o sucesso do negócio.
Geralmente, quando está se dando os primeiros para começar a vender na internet, as dúvidas aparecem ao decorrer de todo o projeto. Desde o momento da decisão de qual nicho atuar, até a finalização do projeto.
A orientação de um consultor é essencial para o melhor aproveitamento. Ele irá acompanhar todo o processo e mostrar qual o melhor caminho a seguir.
Ele verá se a proposta faz sentido para seu perfil e se o mercado está aberto a receber a loja virtual. Já que não adianta ter oferta se não há demanda, esse é um ponto que merece atenção.
Sem falar em toda a orientação durante a criação da loja virtual e posteriormente, com os investimentos em marketing digital para e-commerce.
Vale a pena considerar essa possibilidade para ter apoio de um profissional desde o início.

Marketplace

Afinal, o que é Marketplace?
Pode ser uma ótima alternativa para “testar” o engajamento de seu produto/serviço.
O serviço de marketplace consiste em vender seu produto dentro de um site já consolidado e com alto volume de acessos diários. Não é necessário já ter uma loja virtual para começar a investir.
A parte positiva é que você pode ver se seu produto tem aderência ao mercado e se seu preço é competitivo comparado ao dos concorrentes. Além disso, você só gasta se realmente vender, do contrário, não.
O que pode não ser tão vantajoso assim, é que os marketplaces cobram taxas sob os produtos vendidos.
Para conhecer mais detalhes sobre marketplace, clique aqui e leia um artigo completo sobre o assunto.
De qualquer forma, essa boa ser uma boa opção para você que não quer se arriscar ao criar uma loja virtual.

Faça ótima escolha e boa sorte!

  • Artigos

Leia Mais

Jéssica Marinho

Escrito por:

Jéssica Marinho

Redatora com ênfase SEO na Agência Admake, responsável pelo desenvolvimento de conteúdo. Publicitária por formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-commerce

Minha loja não vende: O que fazer?

Sua loja não está vendendo e você já não sabe mais o que fazer Mantenha a calma e leia esse artigo na íntegra, com certeza ele irá abrir sua cabeça e apontar... mais

E-commerce

Frete grátis: Como oferecer essa condição sem perder dinheiro

O e-commerce está crescendo a cada dia, devido a facilidade de compra e condições de pagamento acessíveis, os clientes estão virando adeptos dessa "nova" forma... mais