Minha loja não vende: O que fazer?

5 de julho de 2019

0
E-commerce

Sua loja não está vendendo e você já não sabe mais o que fazer?

Mantenha a calma e leia esse artigo na íntegra, com certeza ele irá abrir sua cabeça e apontar caminhos e possíveis soluções.

Minha loja não vende. E agora?

Confira alguns possíveis problemas e como resolvê-los:

Falta de acessos

Um dos motivos pelo qual as vendas podem não estão acontecendo, é justamente por não receber acessos suficientes. E como resolver esse problema?
Existem duas palavras para solucionar esse mistério, elas são: Investimento e paciência.
O investimento é primordial para levar acesso ao site. Sem investir nas mídias, fica impossível dos consumidores conhecerem sua loja. Eles precisam ser impactados diariamente com a comunicação de seu negócio. Fazendo isso de maneira correta e eficiente, o site irá bombar de acessos.
Existem muitos canais de Marketing Digital para investir. Tudo vai depender de seu segmento, público e objetivo da loja, mas os principais são: Google Ads, Google Shopping, Social Ads e E-mail Marketing.
Temos um e-book fantástico sobre os principais canais de Marketing Digital, contamos detalhes sobre cada um deles. Clique e baixe o seu.
Outra maneira de conseguir acessos é através de SEO (Linkar com conteúdo). SEO são técnicas gratuitas de ranqueamento no Google, essenciais para receber acessos de forma orgânica.
Porém, não existe um padrão ou fórmula mágica para que SEO dê resultados. É necessário realizar testes, acompanhar os resultados e principalmente: ter paciência. Os resultados de um SEO bem feito podem levar meses e até anos para aparecer. Mantenha o foco!

Problemas de navegação no site

O investimento nos canais de Marketing Digital já existe, o site recebe muitos acessos, mesmo assim as vendas não estão sendo realizadas? O problema pode estar na navegação da loja.
O consumidor pode não encontrar com facilidade o produto que deseja, achar difícil navegar pelo site, não conseguir calcular o frete, achar o processo de check out muito extenso, etc.
São inúmeros problemas de navegação que a loja pode ter e você como dono, não os identifica. É importante lembrar que fechar seu site e abrir o do concorrente é um processo fácil para o consumidor, ele não hesitará em realizar.
Vale a pena solicitar uma análise profissional do site. Um consultor de e-commerce poderá identificar muitas melhorias que farão com que a loja passe a vender mais.

Falta de identificação do cliente com a marca

Falta de identificação com a loja pode ser outro problema que está impactando em suas vendas.
Primeiro de tudo, como está a estética de seu site? Se trata de um tema pronto, simples e sem muita personalização? Esse deve ser um ponto de atenção. Lojas sem identidade própria não passam confiança para quem irá realizar a compra.
Mas, se seu site tiver um layout personalizado, o público-alvo foi considerado durante seu desenvolvimento? Se os elementos não conversarem diretamente com quem interessa, não adianta. Lembre-se de que a loja deve estar bonita e atrativa para seu cliente, não para você.
Deixe o gosto pessoal e vaidade de lado, pense como seu consumidor: será que ele se identifica com essa loja?

Frete

Muitas compras param depois do cálculo de frete.
Você pode usar ferramentas de mapas de calor para conferir passo a passo do cliente dentro de sua loja. Se ele parar e sair logo depois de calcular o frete, acenda o sinal de alerta.
A verdade é uma só: o consumidor odeia pagar frete. Ele sente que aquele valor é um gasto desnecessário.
Dois fatores em relação ao frete podem estar prejudicando as vendas: Sua taxa é maior que a média do mercado ou esse valor faz com que o produto fique mais caro do que comprar em uma loja física.
O que você deve fazer nesse caso é negociar esses valores. Tente firmar uma parceria com os correios ou procurar outras empresas para prestar esse serviço. Nem sempre o serviço dos correios compensa, para algumas regiões, outras empresas particulares podem ter um valor mais atrativo.

Prazo de recebimento

Esse tópico está diretamente ligado com o anterior.
Junto com o cálculo do frete, o usuário recebe a informação de prazo para receber o produto. Esse pode ser outro fator decisivo de compra.
Principalmente para o estado de São Paulo, os clientes estão acostumados a receber suas encomendas em até 5 dias úteis. Se seu prazo for muito maior que isso, ele pode desistir de comprar.
Ou por ser um comprador naturalmente ansioso ou por precisar daquele produto com rapidez. Independente do motivo, ele pode pagar mais caro na loja concorrente, apenas para receber mais rápido.
Nesse caso, você não pode deixar de oferecer fretes mais rápidos através do sedex, mesmo que o cliente arque com a diferença de valores.

Problemas com faturamento

Outro problema recorrente!
Muitas vezes as o produto é vendido, mas esse valor não é faturado pela loja.
Isso acontece porque o cliente deixa de pagar o boleto, o banco não autoriza a compra ou os gateways de pagamento dão algum erro inesperado. Nesse caso, o interessante é ficar atento a compras que acabam não sendo faturadas.
Para boletos não pagos, mande um e-mail com uma “nova chance” de compra, mande uma mensagem de texto ou até mesmo, ligue para o cliente. Entretanto, procure não ser invasivo.
Para evitar compras barradas pelo banco, você pode oferecer mais opções de pagamento, como dividir o valor entre dois ou três cartões diferentes.
Se o problema for com os gateways de pagamento, vale a pena entrar em contato e esclarecer os motivos das compras canceladas.

Alta taxa de reclamação de quem já comprou

Esse é um problema seríssimo.
Se sua loja recebe uma reclamação, seu dever é resolver a situação o mais rápido possível. Porém, se você já acumulou muitas relações não resolvidas, é a hora de realizar uma ação de posicionamento de marca.
Antes de mais nada, entre em contato com os clientes insatisfeitos, pelo menos com a maioria deles, e tente resolver o problema, mesmo que já tenha passado muito tempo. Para casos não solucionáveis, enviei um brinde, um pedido de desculpas, algo significativo. Realize algo que convença o cliente a retirar a reclamação ou marcá-la como resolvido.
Depois disso, o ideal é realizar uma ação de branding. Mostrando para o mercado sua marca, história e como ela é confiável.

Ampla concorrência

A concorrência está alta em seu seguimento e você não está conseguindo vender?
Esse é um problema de macro ambiente, ou seja, você não tem poder de ação diretamente. Porém, essa é a hora de se posicionar no mercado!
Procure melhorar seu preço através de negociações com fornecedores, ofereça descontos exclusivos para compras feitas por e-mail marketing, tenha opções de pagamento diferenciadas e melhores condições de frete.
Invista também em Google Ads e Google Shopping, você precisa aparecer com frequência para os possíveis clientes!
O importante é acompanhar o que os concorrentes estão fazendo e fazer melhor. Não pare de se movimentar e inovar!

Conseguiu identificar seu problemas? Coloque a mão na massa agora mesmo e não perca tempo para resolver.

Tempo são vendas perdidas e já está na hora de conseguir as suas!

  • Artigos

Leia Mais

Jéssica Marinho

Escrito por:

Jéssica Marinho

Redatora com ênfase SEO na Agência Admake, responsável pelo desenvolvimento de conteúdo. Publicitária por formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

E-commerce

Minha loja não vende: O que fazer?

Sua loja não está vendendo e você já não sabe mais o que fazer Mantenha a calma e leia esse artigo na íntegra, com certeza ele irá abrir sua cabeça e apontar... mais

E-commerce

Frete grátis: Como oferecer essa condição sem perder dinheiro

O e-commerce está crescendo a cada dia, devido a facilidade de compra e condições de pagamento acessíveis, os clientes estão virando adeptos dessa "nova" forma... mais